Distribuição , ocorrência e caracterização das espécies de Scaptocoris castanea e Scaptocoris carvalhoi (Hemíptera: Cydnidae) no estado do Mato Grosso

Ano da safra: 2009/10 | Autor: Lúcia Madalena Vivan

No Brasil, o número de ocorrências de insetos praga de hábitos subterrâneos tem aumentado, exigindo o incremento de pesquisas voltadas ao estudo de comportamento e da dinâmica populacional destes insetos. O percevejo-castanho-da-raiz (Scaptocoris castanea e Scaptocoris carvalhoi) tem aumentado, substancialmente, sua população dentro de diversas culturas. Esse inseto possui hábitos subterrâneos e os adultos realizam revoada no início da época chuvosa. Nessas revoadas, parte da população deixa o solo, na espécie Scaptocoris carvalhoi, e parte se mantém neste por ocorrer o polimorfismo alar, já para a espécie S. castanea a população se apresenta com asas longas e geralmente ocorre revoada da população. A análise de covariância entre os dados de comprimento da asa posterior e comprimento do corpo confirma a formação de dois grupos distintos para a espécie carvalhoi os quais foram classificados em braquípteros e macrópteros. Neste trabalho, verificou-se que machos e fêmeas de asas curtas apresentaram RPC menor do que 0,58, enquanto que os adultos macrópteros apresentaram RPC superior a 0,58. Para a mobilidade das asas e reação de vôo observou-se diferenças significativas entre indivíduos braquípteros e macrópteros. O padrão morfológico apresentado pelos adultos de S. castanea é visualmente caracterizado em indivíduos de asas longas (macrópteros), os quais apresentam asas anteriores e posteriores longas, ultrapassando o ápice do abdome. A mobilidade das asas e a reação de vôo dos adultos de S. castanea foram semelhantes. Dentre os indivíduos presentes na revoada, 66% movimentaram as asas durante os bioensaios, enquanto que 65% daqueles coletados no interior do solo realizaram esse comportamento. Neste trabalho é apresentada a descrição dos caracteres morfológicos de estágios imaturos e dos ovos da espécie S. carvalhoi. A importância da identificação prematura dos insetos e a crescente necessidade de se realizar estudos morfológicos e biológicos dos estágios imaturos de heterópteros da superfamília Pentatomoidea tem sido enfatizada recentemente por inúmeros autores, embora reconhecida há bastante tempo por favorecer o encontro de soluções para inúmeros problemas em entomologia. Sobre os ovos e ovaríolos observou-se neste trabalho que as espécies diferenciam em relação a oviposição e ao período de maior crescimento dos ovaríolos, onde a espécie carvalhoi apresenta maior oviposição nos meses de outubro a novembro, no mês de maio as duas espécies apresentaram fêmeas com ovos, em julho somente observou-se ovos na espécie carvalhoi. Sobre os tamanhos de ovaríolos a espécie castanea diferenciou em tamanhos superiores em relação aos ovaríolos da espécie carvalhoi.

Relacionadas

IMAmt - Instituto Mato-Grossense do Algodão
Rua Engenheiro Edgard Prado Arze, 1777 - Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03 - Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015 - Telefone: (65) 3624-1840
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil